Jornal Orla Sul
Informação-integração - imparcialidade

Professor Lenine Lemos fazendo a diferença nas escolas de Queimados

0 69

Não há vagas”. “Ele não vai se adaptar”. “É melhor procurar um colégio especial”. São essas as frases mais ouvidas por famílias de crianças diagnosticadas com o Transtorno de Espectro Autista (TEA), por exemplo, quando procuram uma escola para matricular o filho.

Encontrar uma unidade do sistema de ensino regular que promova, de fato, educação inclusiva e que acolha de forma respeitosa pessoas com deficiência ou algum tipo de transtorno é um desafio, na maioria dos casos, frustrante para os pais desses indivíduos.

A falta de um plano pedagógico adequado atinge diversas escolas públicas e particulares.
A Educação de Queimados, no entanto, está de parabéns. O Secretario Lenine Lemos foi o pioneiro na luta pela causa da inclusão e do respeito aos alunos especiais.
Em Queimados, na rede pública de ensino, há esse carinho, cuidado e respeito com alunos diagnosticado com TEA.
Atualmente, é muito difícil alguma escola pública ter em seu quadro profissionais qualificados para atender à demanda de alunos especiais.
O Professor Lenine, por sua vez, vem mudando esse cenário, conscientizando a todos sobre a importância de tratar as pessoas igualmente, dirimindo as diferenças em sala de aula.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.